10.4.13

Solidão

Um dia ela a tomou pela mão,
a fez sentir que ela era tudo o que precisava
Ela a fez esquecer de tudo e todos
A fez esquecer de um mundo que não a compreendia
e a deixou em um lugar longe, 
bem distante da vida comum
Ela a fez refletir sobre sua vida 
e em alguns segundos a garota já estava completamente entregue a ela
Com ela,
a garota podia satisfazer suas próprias vontades,
não precisava se importar com nenhuma outra opinião, 
não tinha de pensar antes de agir
e vivia apenas por si mesma
Ela, que se chama "Solidão",
nunca a decepcionou,
pois a garota nunca esperou nada dela
e sempre soube que com ela estaria segura
Com ela não haveria o certo e o errado;
o querer e o poder 
ou o sonho e a realidade
A garota poderia ser quem quisesse,
fazendo o que quisesse,
estando em qualquer lugar 
e o mais importante:
vivia sem medo,
do jeito que queria
A solidão a transformou
e em noites vazias,
a garota sonha sem desejar mais nada;
tem tudo o que quer:
uma vida solitária,
onde ela pode governar sua vida.