2.11.16

Cor incolor

Difícil é não se apegar a algo novo quando todo dia tem o mesmo arco-íris incolor.
A paleta de cores engana.
O azul do céu, que muitas vezes muda de cor; o verde das plantas, que transmitem paz simplesmente por não terem raciocínio; o vermelho das mortes, que já se tornaram comuns; o castanho do olho da garota que você vê, gosta, mas nunca cumprimenta; tudo se misturando propiciando o branco que é a mistura de todas as cores e, ao invés de significar alguma coisa, lembra o vazio de nossas mentes sem respostas
No fim, a vida é o negro; a ausência de cor.
Ingênuas são as almas que se vestem de preto para demonstrar luto por quem se foi, quando mortos apenas nos mantemos no eterno branco. Não, não é a luz no fim do túnel; é a mistura de toda rotina fria e vazia, se tornando ainda mais incompreensível para todo o sempre.