11.10.17

Não posso aceitar que este texto sobre o meu atual estado tenha sido feito de frases organizadas; não dá para aceitar que exista alguma ordem nisso tudo. Ele existe por causa da bagunça evidente que venho cobrindo com um véu transparente. É engraçado o sorriso que exponho de modo tão cínico porém tão parecido com o alheio, então de certa forma ele é verdadeiro. Eu acho mais fácil lembrar a posição de todas as estrelas que colocar todo esse desatino no lugar. Tudo porque eu não queria fazer parte do caos do mundo. Agora eu sou o próprio caos. Diálogos desesperados e apelativos se tornaram a minha motivação principal. As outras eu tento encontrar todas as noites no meu quintal.